quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Purifiquemo-nos

Nestes últimos dias tenho me perguntado muito sobre o que é ser um cristão? ou qual é a aparência de um seguidor de Cristo? Ter a aparência de "crente" teoricamente é fácil, para os homens é somente andar de terno, comprar um biblia tamanho gigante e andar com ela debaixo do braço, não estou criticando quem se veste desta maneira, mas estou questionando o que é realmente ser crente.


vejo que muitos estão preocupados somente com o fenótipo, somente com a aparêcia externa, mas estão seco por dentro, estão sem a virtude do Espirito Santo, sem as caracteristica de Cristo, estão como cascas velhas de uma árvore, cascas de uma árvore sem vida, sem frutos.


Jesus comparou estas pessoas como sepulcros caiados, aparentemente esta tudo bem, com roupinhas bonitas, biblinhas novas, sabendo todo o ritual da igreja, com todos os hinos congregacionais decorados, mas por dentre estão mortos, com a vida espiritual já em decomposição.


"Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que, por fora, se mostram belos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda imundícia!" (Mateus 23:27).


Gosto muito do exemplo da flor para explicar essa pasagem. Imigine uma rosa! muitas vezes achamos que a flor é somente aquilo que estamos vendo, somente as pétalas e sépalas, esta é a parte colorida da flor e que realemte nos chama a atenção, mas a flor é muito mais do que isso, há todo um conjuto, e acredito que a parte mais importante muitas vezes esquecemos, que é a raiz, sem esta a flor não sobrevive. A raiz tem que estar em um solo bom, rico em minerais, tem que receber água e os raios solares, e somente somando este ingredientes é que flor sobrevive.


Nossa vida espiritual é semelhante a flor, somos muito mais que esta parte bonita que vemos no espelho, a nossa aparência é semelhante as pétalas, a nossa aparência tem um papel importante, mas ser a imagem de Cristo é muito mais que usar uma gravata. Esquecemos da raiz, do nosso espirito, que assim como a raiz tem que estar em um solo bom, alimentado pela palavra de Deus, recebendo os raios poderosos da graça divina, sendo regada pela água do Espirito Santo.


Ser cristão é desenvolver o fruto do Espirito Santo, ( Amor, alegria, Paz, Longanimidade, Benignidade, Bondade, Fidelidade, Mansidão, Domínio próprio). Ser seguidor de Jesus é ter o evangelho de Cristo ardendo no peito, quando isso acontece somos tranformados, pois deixamos de viver a nossa vida para que Cristo viva em nós.

"Tendo, pois, ó amados, tais promessas, purifiquemo-nos de toda impureza, tanto da carne como do espírito, aperfeiçoando a nossa santidade no temor de Deus." ( 2 Corintios 7:1).

sábado, 28 de novembro de 2009

Que evangelho é esse???

Dou graças a Deus pois hoje desliguei a televisão e fui ler um livro!!! mas o engraçado é que desligeu justamente quando assistia um programa evangelico! Nos sabados de manhã há um canal de televisão que passa somente programas evangelicos, um após o outro, de várias denominações e "estilos". de dez programas que assisti somente em um consegui refletir na palavra de Deus, nos outros somente consegui fazer uma pergunta, Que evangelho é esse????


Muitas igrejas estão usando a televisão não para pregar o evangelho, mas para fazer, de maneira camuflada campanhas politicas! Em um desses programas, a vinheta de abertura era " Pastor... veio para ficar, Pastor... veio para mudar... No Pastor... posso confiar". Em outro programa vi uma propanda assim "Cura, libertação, Transformação, este é o ministerio do Pastor... , Escritor, educador, conferencista ... e lider cristão". Em outra ouvi "Igreja Evangelica... DO PASTOR .... ". Agora te pergunto a onde está o nome de Jesus?


Está cada vez mais dificil de ouvir É JESUS QUE SALVA, É JESUS LIBERTA ,CRISTO TRANSFORMA, SOMENTE JESUS CRISTO CURA! a biblia está sendo distorcida, temos mais placas de igreja do que crentes, ouvimos mais propagandas de nomes de pastores do que de Jesus. Não temos mais adoradores, levitas, temos agora cantores gospel. Mas a onde fica "É necessário que ele cresça e que eu diminua"???

Eu quero Deus, eu quero ouvir a sua palavra, eu quero louvar o seu nome! Quero que Ele seja o meu universo, quero que Ele seja tudo o que penso e sinto. Eu quero Deus!!!!!!!

Somos somente vasos que Deus usa quando e como quer! Somos seguidores do Seu nome. E não de lideres que querem se promover, não de igrejas que querem somente lucrar, de cantores que querem somente ficarem famosos! Quero seguir um evangelho vivo e eficaz e não um destorcido e manipulado!!

Eu quero é Deus!

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Amar a Deus acima de todas as coisas!

Nestes ultimos dias tenho me questionado muito sobre a minha maneira de servir a Deus!

Quero deixar bem claro que não estou questionando as leis da minha igreja e nem que estou dando credito ao pecado
Quero simplesmente questionar, O por que não pecar? Por que cumprir as leis da minha igreja?

Vejo muitos jovens com o desejo de cometer alguns "pecadinhos", outros revoltados com as normar congregacionais. Estes evitam o pecado não por que é errado pecar, mas sim para não ficarem em disciplima. Outros cumprem as normas da igreja somente para agradarem os seus lideres... isso é certo?

Não podemos pecar! pois o pecado nos separa de Deus, não devemos pecar pois amamos o Senhor, e não por medo da disciplina. Devemos cumprir os mandamentos da igreja local porque estamos sujeitos as leis, e isso mostra para Deus que somos obedientes aos ungidos que Ele colocou para nos guiar.


O que quero expor aqui é que sacrificios sem amor, são sacrificios vãs:
“E ele, respondendo, disse-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, Mas o seu coração está longe de mim” (Marcos 7:6)

Deus não quer que o seu povo troque o amor sincero e profundo por Ele, por meras formalidades religiosas externas, tais como guardar os mandamentos, praticas de sacrifícios, etc. É necessário sim que obedecemos aos mandamentos de Deus, mas com um coração que o ame e o honre fielmente.

A obediência pelas praticas religiosas só tem valor quando são frutos da nossa comunhão com Jesus Cristo, esta comunhão vem mediante a uma fé sincera nEle e com amor por Ele, por aquilo que Ele é, e pelo que Ele tem feito por nós.

“Mestre, qual é o grande mandamento da lei?
E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento” ( Mateus 22:36-37)

Quando amaos Deus acima de todas as coisas, temos nojo do pecado, cumprimos os mandamentos com alegria, seguimos os nossos lideres com uma obediencia sincera... fazemos tudo para agradar a Deus, e não para atingirmos cargos eclesiasticos

“E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne.
E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis” (Ezequiel 36: 26-27).

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Como Deus quer que eu seja?


No mês passado estava participando de uma palestra, não relacionado com a igreja, mas sim profissonal, onde tinha por finalidade aprender a aceitar as pessoas do jeito que elas são! Nesta palestra houve um comentário que "deveriamos seguir o exemplo de Deus pois Ele nos aceita incondicionlmente".


Fui para casa pensando nesta frase, Deus me aceita assim como sou ou estou? Obtive a resposta sim, mas com uma relevância. Deus nos ama incondicionalmente, Ele não coloca condição para o Seu amor em nossas vidas. Como prova disso foi a morte de Jesus na cruz. Cristo morreu pelos pecadores, pelos hipocritas, prostitutas, ladrões, etc.... o Seu amor foi de Tal maneira, isso não podemos explicar...


Embora Deus nos ame incondicionalmente, Ele não nos aceita dessa forma! Jesus não morreu na cruz para que continuassemos da mesma maneira! Ele morreu para que haja uma mudança nas nossas vidas. Deus coloca condição para nos aceitar, Ele nos quer santo, por que Ele é santo e nos céus so entra quem conseguir ser aprovado por Ele!
O grupo filhos do homem tem um hino que nos instiga a fazermos umas perguntas para nós e para Deus!
-Quem eu sou?
-Quem Tú És?
-Quem Tú queres que eu seja?
Quando escuto este hino eu penso, quem eu sou? Um pecador! Quem tu es? O Deus Santo! quem tu queres que eu seja? um bom servo, um servo de Cristo deseja ser como Ele, Santo!!!!!

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Ser a imagem de Deus


Quando lemos sobre a criação do mundo, descrobimos nos primeiros capitulos que de toda a criação o ser humano foi o unico feito a imagem e semelhança do criador (Gênesis 1:26). Isso é o maior previlegio que pode acontecer, e muitas vezes nem nos procupamos com o verdadeiro significado de sermos a imagem do Criador.

Porém, hoje, esta imagem está incompleta. Ela foi danificada e distorcida pelo pecado. Então Deus enviou o seu filho para restaurar a plena comunhão que haviamos perdido.Esta restauração da nossa imagem espiritual não é feita por nós mesmo, não temos força para conseguir tal ato. Somente o Espirito Santo tem poder para realizar as transformações que Deus deseja para a nossa vida.

"Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade"( Filipenses 2:13).

Quando Deus nos fez a Sua imagem não era para que simplesmente tivessemos "domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra" (Gênesis 1:26, parte b). Mas sim para que o adoremos em espirito e em verdade! Para te tenhamos uma vida de santidade pois Ele é santo.

Jesus não morreu na Cruz apenas para que "pudessemos levar uma vida equlilibrada e confartevel", para que "Não nos preocupemos com o dia de amanhã, pois podemos tudo naquele que nos fortalece". O propósito da Cruz é mais do que isso, Jesus quer nos tornar como Ele para que assim possamos ir para o céu. Ser a imagem de Deus é viver o verdadeiro amor, e este amor não é fingido, é o amor pelo proximo, pelas almas perdidas, pela palvra, pela adoração....

Para que nos tornemos novamente a imagem de Deus é necessario um crescimeto espiritual da nossa "simples maneira de sermos cristãos". A Biblia compara o cresciemto espiritual a uma semente, a uma construação e a uma criança. Semente tem que ser plantada e cuida para que de frutos. Edificações não aparecem do nada, precisam ser planejadas e constuidas, etapa por etapa. Crianças devem ser bem alientadas e fazer exercicios fisicos para ter um bom crescimento! Como então podemos querer nos tornar a imagem de Cristo de um dia para o outro??

Há crentes que estão procurando "pirulas mágicas", tome e sera santo! Querem que anos de jejum e oração sejem resumidos em uma simples vigilha! Não buscam orar e estuadar a biblia, mas correm atrás de "pregadores com poder" para serem enchidos do Espirito Santo! Isso é contraditório ao verdaderio evangelho!


Amados, vamos buscar incerssantemente o Espirito Santo, orar sem cessar, fazer estudos aprofudandos na biblia, para que possamos ser não o que queremos ser, mas sim o que Deus quer!

(parte do texto foi tirado do livro "uma vida com propósito" de Rick Warren)

terça-feira, 20 de outubro de 2009

o pouco para Deus é muito


Uma das passagens biblicas que mais me fascina é a primeira multiplicação dos pães e peixes! onde Jeus com cinco pães, dois peixinhos ( e a fé de um menino) alimentou uma multidão.


Quando leio esta passage, varias lições eu consigo tirar para a minha vida, como acreditar mais em Deus, não olhar tanto para mim e sim mais para O Pai, não olhar muito para os homens e mais para Cristo... enfim deixar Jesus agir mais em minha vida.


O menino ( seu nome nem é sitado na passage), me mostra como devo me portar perante a Jesus, com humildade e fé. Ele tinha somente cinco pães e dois peixes, acredito que dependendo do tamanho destes pães, dos peixes e de sua fome esta quantia de alimento mal saciaria a sua fome, imagine a de uma multidão. Porém ele não temeu o que iria acontecer consigo, ele acreditou em Jesus. Entregou tudo o que tinha, na visão humana era pouco: "... temos aqui senão cinco pães e dois peixes"(Mateus 14:17), mas para Jesus era o necessario para um grande milagre!


Ele acreditou em Jesus e não olhou para o que tinha, mas sim para o que Jesus podia Fazer! Muitas vezes aos nossos olhos, o que podemos fazer para a obra de Deus, o louvor que iremos apresentar, o que temos para apresentar para Jesus é pouco, mas Deus não esta preocupado com a quantia que iremos apresentar mas sim como iremos! O que o menino tinha era pouco, até os discipulos ficaram receosos em entregar para Deus, mas acredito que ele apresentou com fé e Jesus aceitou!


O que você tem para entregar a Deus pode ser pouco, pode ser "somente" a sua vida! Mas se entregares com fé Jesus irá multiplicar (aleluia) ! Entregue o seu cinco pães, seu louvor, sua adoração, sua oração... entregue seus dois peixinhos, seus desejos, sonhos, entre o seu coração, a sua vida!! que Jeus irá trabalhar, fazer milagres!


Deus não precisa de muito, pois Ele tem poder para trabalhar com o pouco! Mas Ele quer que este "pouco" seje entregue com fé, com coração quebrantado, com fome por mais de Deus! Se você esta passando por fome da palavra, fome de Felicidade, fome de fé, fome de Deus, entre o que você tem para Jesus e ele irá multipicar, erá saciar a sua e a fome dos que estão ao seu redor... este pouco Deus irá fazer sobrar!!!!!


"Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e tudo ele fará" ( Salmos 37:5)

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Amigo de Deus

Muitas pessoas, as que não conhecem a Cristo, acreditam que uma vida seguindo a Jesus é uma vida de sofridão, muitos jovens não querem servir a Cristo por medo de "perder o melhor da vida", de serem infelizes, pensam que aceitar a Jesus é o mesmo que viverem "escravos de um evangelho sem graça". É amigo, realmente essas pessoas não conhecem Cristo.

Rick Warren, em seu livro uma vida com propósito, declarou que: "Deus não é um cruel feitor de escravos ou um valentão que usa a força bruta para nos forçar a se submeter a Suas ordens. Deus não tenta violar a nossa vontade, mas nos atrai delicadamente para si. de modo que nos oferecemos a Ele vonluntariamente. Deus é amigo libertador, e render-se a Ele traz liberdade, não servidão. Quando nos rendemos completamente a Jesus, descobrimos que Ele não é um tirano, mas um salvador, não um patrão mas um irmão, não um ditador, mas um amigo".

Eu desfruto do mesmo pensamento do apostolo Paulo, acreditando que somos "servos livres do Senhos", pela graça de Cristo tambem posso ser considerado amigo de Deus.

"Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando. Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer"(João 15:14-15)


Se já não era pela graça de Cristo que nos tornamos servos, agora pela misericordia de Jesus podemos nos considerar amigos de Deus. Novamente Rick Warren nos dá um exemplo de tal importancia de sermos amigos de Jesus:
"Em uma corte real, os servos devem manter distância do rei, mas o circulo de amigos de confiança desfruta de aproximidade, acesso direto e informções confidenciais".

Acredito que não existe nada melhor do que sermos amigos de Jesus Cristo, quando nos rendemos ao amor do Pai, temos a verdadeira alegria. Esta alegria, este amor e a "simples sensação" de sermos íntimos de Jesus, não há nada no mundo que se pode comparar.

"Tenho-vos dito estas coisas para que a minha alegria esteja em vós, e a vossa alegria seja completa" ( João 15:11).




domingo, 4 de outubro de 2009

Aluga-se um coração




Tenho observado ultimamente que muitos jovens estão com a plena vontade servir a Jesus, porém não querem deixar as coisas do mundo. Estamos vivendo em um período onde o evangelho de Cristo está banalizado, há situações onde não vemos mais a diferença dos que servem e dos que não servem a Deus.
Fomos escolhidos para fazer a diferença nestes ultimos dias, temos que deixar bem definido para as pessoas, e para nós mesmo,de quem é o nosso viver. Como já disse existem pessoas que estão com o desejo de servirem a Cristo, porém não querem que haja uma mudança de comportamento, atitude, pensamentos, não querem que haja mudança de vida.
As pessoas que querem seguir a Jesus, porém não querem ser como Ele (santo), estão querendo o que eu chamo de “empréstimo de coração”, como se estivessem alugando o coração para Deus, é como se dissessem:
- Pai faça uma visitinha no meu coração agora, vou adorar-te por alguns minutos, pois preciso de alguns favores. Agora que já recebi o que precisava o Senhor pode sair. Pai querido deixe tudo como achou e até o próximo domingo.
Você pode achar que estou debochando ou brincando, mas é isso que muitas pessoas estão, inconscientemente fazendo, buscando a Deus somente por alguns momentos, somente para que Deus resolva os seus problemas.
Procurei na bíblia um versículo que pudesse ilustrar essa situação, estava procurando um texto “grande” que encaixa-se com o tema (aluga-se um coração), nesta procura me deparei com um versículo “pequeno”, mas que me fez entender perfeitamente o que Deus quer das nossas vidas.

“Dá-me, filho meu, o teu coração, e os teus olhos observem os meus caminhos” (Provérbios 23: 26).

O verbo dar tem sentido diferente de emprestar. São muitos os significados do ver dar, mas vou citar os que mais me chamaram a atenção: ceder gratuitamente, fazer doação e consagrar. Quero utilizar o significado como “ceder gratuitamente”. Quando procurei no dicionário o significado do verbo emprestar achei um significado semelhante com o do verbo dar, o significado que achei para a palavra emprestar é: ceder por algum tempo.
Querido amigo, Deus não quer emprestado as nossas vidas, muito menos alugar o nosso coração, alugar é quase o mesmo que fazer um empréstimo, porém querendo algo em troca. Deus quer de demos o nosso coração por amor, sem esperar nada em troca. Não podemos vender o nosso coração para Deus, pois Ele já comprou, com o sangue de Jesus na cruz, na verdade Deus só quer que devolvamos o que já é Dele.


“Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais,
Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado”
(1 Pedro 1:18-19).

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Limpando-se do Pecado


A única maneira de sermos limpos do pecado é nos arrepender de tê-lo cometido. Quando nos arrependemos verdadeiramente de nossos pecados Jesus Cristo com o seu sangue nos limpa e nos purifica.
Após o arrependimento há a necessidade do abandono do pecado. Para servirmos a Cristo é necessário que estejamos com o coração limpo, não há como servimos a Deus sem deixarmos as coisas que não O agrada.

“Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus” (Romanos 8:8).


Quando escolhemos servir a Cristo escolhemos uma vida sem pecados, nos arrependemos da vida pecaminosa que vivíamos e buscamos ser como Jesus. Porém o pecado não sai do nosso coração se não quisermos, mas Deus não reinará ali se houver pecado.
Jesus morreu para que pudéssemos ser livre do pecado, e assim ter a Salvação. A vontade de Cristo é entrar na nossa vida e nos purificar de todo o mal. Porém Jesus só faz isso se permitirmos, temos que aceitar ele como nosso único salvador, abrirmos nosso coração e O deixarmos entrar. Deus só age na nossa vida se quisermos.

“Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo” (Apocalipse 3:20).



Quando abrimos o nosso coração para Jesus, Ele entra “coloca a casa em ordem” e nos limpa, nos purifica, transforma a nossa vida e começa a reinar. Porém Cristo não divide o nosso coração com ninguém, Ele tem que ser o centro, Ele não convive com o pecado. Onde Jesus está não existe espaço para o diabo.

E esta é a mensagem que dele ouvimos, e vos anunciamos: que Deus é luz, e não há nele trevas nenhumas. Se dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos em trevas, mentimos, e não praticamos a verdade” (1 João 1:5-6).

Frequentemente vemos jovens brincando de servir a Deus, querendo estar no mundo e na igreja ao mesmo tempo, mas a bíblia nos alerta que não há como servirmos dois senhores. Se escolhermos servir a Jesus, então temos que entregar a nossa vida por completo, pois de outra maneira não estaremos servindo a Deus.

“Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom” (Mateus 6:24).

O grupo Filhos do Homem canta um hino que fala “Deus vem e toma o seu lugar” à letra do hino diz que Deus não atua como coadjuvante, Ele tem que ter o papel principal na nossa vida. Não podemos ser crente só nos finais de semana, servir a Jesus não é como uma roupa que vestimos aos domingos e nos dias de semana esquecemos quem é o nosso Senhor. Quando nos entregamos para Deus, entregamos tudo: nossos sonhos, desejos, dores, alegrias, perdas e conquistas, tudo o que é nosso ou não. Temos que dizer como o apostolo Paulo falou:
“Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim” (Gálatas 2:20).



Alexandre H. dos Santos